Desafios Migração cPanel WHM para Amazon AWS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on tumblr
Tumblr
Share on whatsapp
WhatsApp

Migração cPanel para AWS

Atualmente tenho recebido muitos e-mails e ligações de empresas e agências que desejam implementar ou migrar seus servidores de hospedagem cPanel WHM para a AWS.

E claro, todos estão seduzidos pelas vantagens e melhorias que podem ter ao migrar para um ambiente em nuvem como alta disponibilidade, facilidade em upgrade e downgrade e resiliência do ambiente.

Creio que a maioria das empresas ainda trabalham com servidores dedicados e ainda enfrentam muitos problemas hora ou outra como: problemas de hardware, dificuldade para personalizações, localidade, link da rede..

De fato quando o assunto é cloud as vantagens são nítidas, mas muitos acabam não se atentando, seja por descuido, seja por inocência mesmo. Migrar para o Cloud vai te trazer muitas vantagens e agregar valor ao seu negócio, mas tá disposto a investir e mudar seu “pensamento” para dar esse passo?

Se quer aventuras ou tá inseguro, não recomendo migrar sua estrutura com clientes para qualquer provedor de cloud. Recomendo estudar, ouvir quem já migrou.

Nesse artigo vou falar tudo o que você precisa saber, seja em vantagens ou desvantagens. Após saber de tudo isso, você vai decidir se deseja dar esse passo ou não.

Principais vantagens ao migrar o cPanel para a Amazon AWS

De cara já falo as vantagens para depois te dar alguns toques de realidade rs. Tudo o que eu citar aqui é com base na minha experiência, coisas que vejo no dia a dia, mas não deve ser levado 100% a risca, pois não sou autoridade absoluta. Longe disso!

1. Escalamento e Downgrade fácil

Quando trabalhamos com provedores de data center tradicionais com servidores dedicados, sempre que temos que aumentar o disco, aumentar a memória ou fazer qualquer upgrade ou downgrade que seja, temos que abrir um ticket solicitando a mudança e isso demora um certo tempo, e muitos casos você precisa da mudança pra ontem!

Na nuvem da AWS temos total liberdade para aumentar o tamanho do disco, transforma-lo em HD, ou SSD ou até uma versão de SSD mais otimizada em poucos cliques. Depois executamos alguns comandos no servidor para ativa-lo de fato. Sem a necessidade de abrir chamado no suporte.

Podemos também criar imagens de nossos servidores, manda-los para SP, Ohio, Virginia ou qualquer outra localidade da AWS e ativa-lo nosso servidor com muita facilidade.

2. Segurança

A AWS possui um firewall externo ao servidor, criamos os famosos Security Group. Nele determinamos quais portas estarão abertas ou não, podemos limitar o acesso de determinadas portas por IP.

Nos servidores que gerencio sempre limito o acesso SSH por IP, para meu IP e para o do cliente. Qualquer outro acesso na porta padrão SSH será bloqueado automaticamente.

3. Controle dos Custos

Esse é um detalhe importante, todo provedor utiliza sempre o bordão “pague o que use”, alguns clientes não entendem o que isso significa.

A grosso modo isso quer dizer o seguinte rs, se você usa um servidor por 10 horas, você pagará o valor correspondente as 10 horas utilizadas. Mas todo servidor tem um valor base de sua hora.

E alguns fatores podem fazer com que o valor da hora do servidor aumente ou diminua como: processamento e tráfego. Então é importante que você saiba ou tenha uma ideia do seu próprio tráfego mensal e também do processamento dos seus clientes.

Sempre recomendo algo para meus clientes, se for migrar para a AWS isso por si só gera um valor enorme para seus serviços, então deve replanejar o valor de quanto cobra dos clientes. É uma espécie de hospedagem “corporativa”, se você não mudar o valor, vai ter prejuízos.

Cliente que não é empresa, coloque-os em servidores básicos ou revenda, mas clientes sérios e que querem qualidade, tenho certeza que mesmo que se você mudar os valores e explicando as vantagens eles estarão com você!

4. Alta Disponibilidade

O cPanel WHM desde sempre não foi um sistema projetado para funcionar com alta disponibilidade, em clusters e tudo mais “vários servidores ao mesmo tempo”. Mas sei que a equipe do cPanel tem trabalhado nessa questão para que em um futuro breve possamos nos beneficiar disso.

Atualmente a única coisa que podemos configurar no cPanel WHM para que tenha alta disponibilidade é em respeito ao DNS. Podemos ter vários servidores focados em DNS, se um deles cair, os sites continuam online pois o DNS continua em pé.

Mas não temos ainda a opção de alta disponibilidade nativa do cPanel para os sites e os emails. Ah os emails, tiram o nosso sono né? Os clientes ficam loucos rs.

Não considero isso como alta disponibilidade, mas uma tática para momentos críticos que é: criar imagem full do servidor.

Se um dia você acordar e o servidor estiver OFF e comprometido em sua totalidade, e os backups locais todos apagados. Você estará falido? Não!

Com um snap completo, podemos levantar o servidor em alguns minutos ou horas dependendo do seu porte, e reativar todos os serviços. Algo que demoraria dias ou nem seria possível caso fossem em servidor dedicado sem RAID ou sem planos de backups inteligentes.

Principais desvantagens na migração do cPanel WHM para a Amazon AWS

Pois bem, nem tudo são rosas! Alguns detalhes importantes você deve se atentar antes de migrar seu servidor para um cloud da aws. As principais desvantagens são:

1. Dificuldade para configurar o rDNS “DNS Reverso”

Quando configuramos um servidor na AWS é claro que vamos reservar um Elastic IP para não correr o risco de perder o IP.

É muito importante que o servidor cPanel WHM tenha seu DNS reverso configurado para os IP’s que irão trabalhar enviando emails. Caso contrario muitos emails não vão chegar nas caixas de entrada dos destinatários ou vão diretamente para o spam!

Na Amazon AWS não tem como configurarmos o DNS reverso manualmente, é preciso solicitar para que a equipe de engenheiros da aws façam isso. E posteriormente nós configuramos em nosso servidor WHM. O link para a solicitação do DNS reverso é:

https://console.aws.amazon.com/support/contacts?#/rdns-limits

Eles vão analisar e podem ativar ou não. E é isso que deixa muita gente brava, pois eles negam o pedido de muita gente. Principalmente em contas novas. Nesse caso, qual a solução?

A solução é utilizar o Amazon SES , que é um serviço de entrega de email , um SMTP Relay, e ai você deve integrar ao WHM. Noutra oportunidade abordo esse aspecto técnico.

Caso você não opte por um serviço de SMTP Relay como o SES, SendGrid, Mailgun e outros, você vai ter muito problemas com os emails. Mas se isso não for problema, ótimo!

2. Controle de custos! Uai, novamente?

Sim! Ao mesmo tempo que isso é uma baita duma vantagem, quando se trata de servidores cPanel pode ser uma desvantagem. Principalmente quando temos clientes que consomem muito tráfego.

E ai volto novamente com aquela ideia, é interessante migrar para a AWS clientes que estão dispostos a pagar bem pelo serviço. Cliente que paga R$15 R$20 R$30 mensal pela hospedagem e acha caro pagar R$100,00 por exemplo, não compensa migrar.

3. Suporte

Até onde eu sei, nenhum provedor de cloud do mercado oferece suporte gratuito ( Amazon AWS, Google Cloud, Azure ). Você paga para ter o suporte.

Pois a ideia de nuvem, e principalmente dessas empresas é te fornecer um arsenal de soluções e ferramentas para que você mesmo monte a sua infra.

Caso você não entenda de servidores e muito menos de nuvem, recomendo contratar um especialista em cloud para que faça a implementação e até mesmo gerenciamento da infra para você.

Conclusão!

Migrar para um provedor de cloud computing como a Amazon AWS pode trazer vantagens que de fato vão impulsionar seu negócio, no entanto, você precisa ficar atento quanto ao porte do seu projeto, verificar se é viável tomar essa decisão agora, e também não se esquecer dos emails, caso não consiga a aprovação do DNS reverso, terá que contratar um serviço de SMTP Relay.

Caso precise de uma consultoria para implementar sua infra entre em contato comigo.

Conheça meus serviços:

https://alexfreelancer.com.br/consultoria-em-servidores-na-aws-amazon/

https://alexfreelancer.com.br/gerenciamento-servidor-cpanel-whm/

 

 

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre Mim

Trabalho desde 2014 com servidores linux com foco em hospedagem e aplicações web. Realizo consultoria para diversas agências web, jornais e e-commerce como também em algumas empresas de hosting brasileiras. 

Canais de Atendimento

Você pode entrar em contato comigo para um orçamento ou suporte através dos meios de contato: 

Mail: contato@alexfreelancer.com.br   

WhatsApp: (38)99914-1219

Abrir chat
Olá, vamos conversar?
Powered by